Cidades


Notícias



Colunistas


Vídeos

Dra. PATRÍCIA NEVES JACKES AIRES, Delegada de Polícia Civil, tece considerações sobre II Simpósio Preservação Direitos da Mulher, em SAJ


Por ANTONIO MASCARENHAS

Dra. PATRÍCIA NEVES JACKES AIRES, Delegada da Polícia Civil, Titular do Núcleo de Proteção à Mulher de S.A.Jesus, recebeu convite para participar do II Simpósio de Proteção aos Direitos da Mulher, num evento protagonizado pela Comissão coordenada por Dra. Dorothy, na  OAB, Subseção com sede nesse município. Ela que teve oportunidade de proferir a palestra " Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher: realidade local. 

E falando sobre a realidade local, em sua apresentação, ao lado de Dr. João Manoel Rodrigues (Promotor Público) e Dr. Murilo Bahia (Defensor Público), Dra. Patrícia mostrou gráficos estatísticos demonstrando os tipos e percentuais de casos de violência contra as mulheres no primeiro semestre do ano em curso. Dentre esses casos,  as "ameaças" figuraram em primeiro lugar, seguido de lesões corporais, injúrias, vias de fato, difamação. Femicídio, graças a Deus, 0%. 

Citou dois meses que apresentaram picos elevados de ocorrências: março, no que diz respeito a crimes de ameaças e junho no que concerne às lesões corporais (muito provavelmente, associadas às festividades juninas em que, geralmente, há maior injestão de bebidas alcoólicas). Mas o que deixou a delegada regozijada, além de todo um trabalho desenvolvidojunto à IV COORPIN foi o atendimento, por parte do judiciário, de 91 das 102 medidas protetivas requeridas. Imagens, entrevista, fotos, edição, Antonio Mascarenhas (www.tvasj.com.br)

 

 


Categorias

BAHIA Curiosidades Entrevistas Eventos Justiça Mulher Política RECÔNCAVO

Enquete


PodCast