Cidades


Notícias



Colunistas


Notícias

Renato explode contra Conmebol e se diz "p* da vida" com VAR: "O Grêmio foi roubado"

Renato Gaúcho gosta de salientar a cada entrevista coletiva que não reclama da arbitragem após as partidas. Mas o treinador do Grêmio "explodiu" com a Conmebol e o árbitro assistente de vídeo no início da madrugada desta quarta-feira, na sequência da eliminação em plena Arena para o River Plate na semifinal da Libertadores. 

"O Grêmio foi roubado. Acho que o lance não tem dúvida. Será que era o Stevie Wonder (cantor cego) não veria?" (Renato Gaúcho)
 
Com termos como "p* da vida", "raiva", "humilhação", "desrespeito", entre outros, Renato afirmou que seu time foi "roubado" dentro de casa. Ele até tentou falar sobre a estratégia utilizada para a partida, o desenrolar dos 90 minutos, mas acabava retornando ao VAR. Segundo os gremistas, houve toque de mão de Borré no lance do gol de empate argentino sem revisão, o que aconteceu no pênalti de Bressan – neste caso, o Tricolor considerou justa a marcação da infração.
– O Grêmio só não está classificado por causa do VAR. Se funciona, eu estaria sorrindo, a torcida feliz, e o Grêmio na final da Libertadores. Estaria tudo certo. O Grêmio foi roubado. Acho que o lance não tem dúvida. Será que era o Stevie Wonder (cantor cego) não veria? Vendo o jogo naquela cabine, como o cara não vê, com aquele monte de câmera, que o jogador faz o gol com o braço? Será que ele vai dormir hoje por causa disso? Quem sabe até vai, porque não tem nada a ver com o Grêmio – disparou Renato Gaúcho.Foto, Eduardo Moura. Matéria, Globo.
 


Categorias

Brasil Curiosidades Esporte e lazer Mundo

Enquete


PodCast