Cidades


Notícias



Colunistas


Notícias

Militantes do PT jogam tinta vermelha no prédio de Cármen Lúcia

O prédio que a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, mantém um apartamento em Belo Horizonte foi manchado de vermelho por militantes do PT. Três ônibus pararam em frente ao edifício por volta das 4h30 da tarde para jogar tinta na fachada da residência. A ação durou dez minutos e assustou quem os moradores do edifício e os vizinhos. As informações são da Veja.

Na última quarta-feira (4), o voto da ministra foi decisivo para negar o habeas corpus preventivo do ex-presidente Lula. A decisão do STF culminou na determinação de prisão do petista pelo juiz Sergio Moro. Segundo a publicação, Carmem Lúcia não estava no apartamento na hora do ato de vandalismos e a polícia foi enviada ao local.Metro 1


Categorias

Brasil Comportamento Curiosidades Justiça Polícia Política

Enquete


PodCast