Cidades


Notícias



Colunistas


Notícias

Vício em videogames entra na lista internacional de doenças

O vício em videogames e em outras atividades ligadas ao universo digital vão entrar na Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde (CID, sigla em inglês).

A lista será atualizada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) após 28 anos e tem como objetivo definir transtornos mentais e incluir novos conceitos, para reunir, sob um mesmo padrão, as principais enfermidades e problemas de saúde pública.

Entre as principais alterações, está a inclusão na lista de transtornos mentais ocasionados por comportamentos obsessivos o "transtorno por jogos eletrônicos" (gaming disorder). Segundo a OMS, o uso em excesso de internet, computadores, smartphones e outros aparelhos eletrônicos, além do descontrole no uso dos consoles, cresceu de maneira drástica nas últimas décadas. No entanto, o tema ainda está sendo discutido por especialistas.

"Existe um debate se a CID-11 deveria incluir uma categoria de Gaming Disorder, algo como Transtorno por Jogos Eletrônicos, como parte de um comportamento de jogo persistente ou recorrente caracterizado por um descontrole sobre o jogo, em prejuízo de outras atividades na medida em que o jogo tem precedência sobre outros interesses e atividades diárias, mesmo quando a continuação de jogos implica a ocorrência de consequências negativas. Se a falta de autocontrole em relação a videogames será legitimada como transtornos específico é tema de debate, uma vez que há dúvidas de como definir o conceito", disse o psiquiatra Jair Mari, coordenador dos Estudos de Campo no Brasil para o Desenvolvimento da Classificação dos Transtornos Mentais e de Comportamento da CID-1.


Categorias

Brasil Ciência e Tecnologia Comportamento Curiosidades Saúde

Enquete


PodCast