Cidades


Notícias



Colunistas


Notícias

Hildécio Meireles diz que governador pretere Baixo Sul no quesito infrasestrutura

Após o governador Rui Costa anunciar a recuperação de 1.700 quilômetros de estradas, o deputado estadual, Hildécio Meireles (PMDB), destaca que ele pretere a região do Baixo Sul, cuja malha viária está um caos, porém não integra as próximas etapas do projeto Premar, ignorando não apenas a segurança da população das 14 cidades, como também a importância turística da região. 
Diante disso, o deputado, que é autor de diversas indicações ao executivo estadual  neste sentido, todas sem resposta, a exemplo da rodovia BA-001, que liga Camamu a Travessão, do trecho que liga Valença  a Camamu, da Rodovia BA-250, que liga Pratigi a Ituberá, da estrada que faz ligação entre o distrito de Serra Grande em Valença e a cidade de Mutuípe e da Rodovia BA-250, trecho que liga Ituberá a Piraí do Norte, conclama  que o Governo do Estado, junto com a Secretaria de Infraestrutura, direcione seu olhar para a localidade. 
“Estradas essas, que cortam as cidades de Valença, bem como os municípios de Taperoá, Nilo Peçanha, Ituberá, Igrapiúna e Camamu, chegando a Travessão e encontra-se em estado de descalabro completo”, apelou, lembrando que as últimas intervenções foram feita há mais de 10 anos.
“Estamos falando de uma região composta por 14 municípios (Gandu, Piraí do Norte, Presidente Tancredo Neves, Aratuípe, Cairu, Camamu, Igrapiúna, Ituberá, Jaguaripe, Nilo Peçanha, Taperoá, Teolândia, Valença e Wenceslau Guimarães), mas que parece que não existe no mapa de prioridade do executivo estadual. No entanto, é nítido que algo precisa ser feito de forma urgente, afinal, entendemos que a infraestrutura é de fundamental importância para o desenvolvimento de um estado e a malha viária ainda mais por envolver vidas”, finalizou.


Categorias

Bahia Curiosidades Política

Enquete


PodCast