Cidades


Notícias



Colunistas


Notícias

Festival Origens é sediado no Recôncavo da Bahia

Por: Gabriela Nascimento

Às margens do rio Paraguaçu, em Cachoeira, a abertura do Festival Origens foi marcada pela palestra sobre a história do plantio de tabaco no Recôncavo da Bahia. O momento foi conduzido pelo especialista no mercado de tabaco e bebidas, Cesar Adames, na noite desta quinta-feira (30), no Cine Teatro Cachoeirano.

A presidente do Sindicato da Indústria do Tabaco do Estado da Bahia (Sinditabaco), Ana Cláudia Mercês, falou da satisfação em realizar um evento sobre charuto, em um território histórico em sua produção. “Esse é um festival piloto, com um grupo seleto, e tem o objetivo de apresentar a qualidade e cadeia produtiva do nosso charuto, que muitas vezes é desconhecida. Além disso, queremos mostrar as harmonizações que o produto pode fazer”, explicou. 

Renato Bergamo viajou de São Paulo para participar do evento e afirmou que está muito feliz em participar da primeira edição do festival. “Acho que é uma iniciativa muito bacana para o setor e é muito legal ver que todas as figuras importantes do segmento estão presentes. A expectativa é aprender bastante nos próximos dias e conhecer mais da nossa cultura, que às vezes olhamos muito para fora e esquece o que temos aqui em nosso país”, ressaltou. 

A abertura contou também com a participação de Walter Lima, o mais antigo funcionário da Dannemann, fábrica tradicional de tabaco na região. Walter respondeu perguntas dos participantes e da imprensa sobre sua história no setor. “Aos 92 anos, fumo quatro charutos todos os dias e minha saúde está ótima. Não tem coisa melhor do que um charuto com um cafezinho”, brincou.


Categorias

Arte e Cultura Bahia Curiosidades Recôncavo

Enquete


PodCast