Cidades


Notícias



Colunistas


Notícias

"Bananeira que já deu cacho, se é que deu", Aécio destitui Tasso da presidência do PSDB

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) destituiu nesta quinta-feira, 9, o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) da presidência interina do PSDB. Segundo nota divulgada pelo senador, o motivo é a "desejável isonomia" entre os candidatos que disputarão o comando da sigla em dezembro. A candidatura de Jereissati foi oficializada nesta quarta-feira, 8. Ele deve ter como adversário na disputa o governador Marconi Perillo (PSDB-GO), que tem o apoio do grupo ligado a Aécio.Até a disputa, o partido será presidido de forma interina pelo ex-governador de São Paulo Alberto Goldman, que é o mais velho entre os vice-presidentes da sigla.  

Goldman disse que o senador mineiro tomou a decisão de destituir Tasso Jereissati do comando tucano porque tem "prerrogativa partidária" para isso, segundo o estatuto da sigla. "Aécio tem essa prerrogativa estatutária e eu apenas obedeço o estatuto. Vou procurar fazer uma disputa com mais isonomia", disse Goldman ao Estado/Broadcast.O ex-governador foi escolhido por ser o mais velho entre os oito vice-presidentes nacionais do PSDB. Segundo Goldman, é possível que, até a convenção, surja um terceiro nome.

Nosso comentário:

Infelizmente, Aécio não soube capitalizar todo uma história de luta e conquistas do saudoso Aécio Neves. Nesse contexto, com certeza, Aécio neves é, hoje, "baaneira que já deu cacho", se é que deu. Sem prestígio, acaba minando interesses do seu próprio grupo politico que não vê, nele, condições de continuar comandando os destinos do PSDB. Antonio Mascarenhas Pré-título (aspeado), Tvsaj. Matéria, A Tarde


Categorias

Brasil Comportamento Curiosidades

Enquete


PodCast