Cidades


Notícias



Colunistas


Notícias

De política a culinária: CORONEL investe nas redes para 'aproximar sociedade' da AL-BA

Em 24 horas, seis vídeos publicados em seu perfil no Facebook. Como “capa”, sua foto com #segueocoronel. Desde que assumiu a presidência da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Angelo Coronel (PSD) tem investido muito mais tempo e esforço nas redes sociais. A publicação de vídeos também se fez bem mais frequente: além de campanhas institucionais e da “Tête a Tête” – programa semanal de entrevistas em que recebe convidados como o ex-governador Jaques Wagner –, o deputado aposta também em registro de encontros na AL-BA, mensagens de datas comemorativas e até receitas. O vídeo do Dia dos Pais em que ensina a fazer um bobó de camarão, ao lado da sua esposa Eleusa Coronel, já foi assistido mais de 4 mil vezes. O presidente da AL-BA diz que a proposta surgiu da ideia de aproximar o Legislativo baiano da população, mas acabou ajudando também a torna-lo mais conhecido - o que pode ajudá-lo caso as sugestões de que ele pode ser candidato em 2018 na chapa majoritária. “A ideia desse investimento nas redes é para levar a Assembleia para mais perto da sociedade, trazer lideranças políticias suprapartidárias, como Bruno Reis (PMDB, vice-prefeito de Salvador), Otto (Alencar, do PSD, senador baiano), João Leão (secretário e vice-governador, do PP) e Wagner. Isso faz com que se movimente a própria AL-BA e acaba me promovendo também. Não sou hipócrita. É um canal de debate, mas que me torna conhecido, porque eu não sou conhecido ainda”, explicou. Para o deputado, com o alcance que têm, atualmente “as redes sociais são melhores do que comício”.

A proposta de atuar nas redes também contribuiu pra outro projeto de Coronel: desde que assumiu a presidência, ele “bate na tecla” de que a população precisa ter uma ideia mais positiva da Casa, compreender o que os deputados estaduais fazem e sua importância pra sociedade. “Com essas inserções e com a parte social, que é a Assembleia de Carinho, queremos mostrar que a AL-BA tem um trabalho social a fazer, não é só uma entidade fria, só para legislar, mas também para apoiar as instituições de caridade, que são quem realmente cuida do povo”, avaliou. Segundo ele, essa proximidade da população já tem gerado frutos positivos. “Melhorou muito [a imagem da AL-BA]. A imagem do parlamento independente favoreceu não só a mim, mas a todos os parlamentares. Eles estão felizes porque quando chegam às comunidades as pessoas elogiam. Não podemos mais deixar a Casa como se fosse uma secretaria de governo”, defendeu. “É o poder mais importante da República, porque sem o parlamento não pode aumentar salário, não pode tomar empréstimo... até o Tribunal de Justiça e o Ministério Público dependem dos deputados para aprovarem suas leis”, defendeu. 


Categorias

Bahia Comportamento Culinária Curiosidades Política Recôncavo

Enquete


PodCast