Cidades


Notícias



Colunistas


Notícias

Entrevistados reportam-se acerca da importância da preservação do patrimônio arquitetônico e cultural: BREJÕES

Por ANTONIO MASCARENHAS

A educação e a cultura são esteios iniciais na construção de uma cidadania, deveras, construtivista. Consubstanciado nesse contexto, seria de vital importância que todos os governantes priorizassem, de fato, essas vertentes estruturantes na formação dos indivíduos. Acontece que, na pratica, infelizmente, as premissas não são materializadas a contento. Muita falácia, todavia, na prática, descaso, inversão de valores.

Dentre as degradações que, no dia a dia, permeiam no seio da sociedade, às relacionadas ao patrimônio público. A maioria das pessoas que adotam atitudes comportamentais eivadas de sentimentos destrutivos, fazem-nas à luz dessa tênue capacidade de manter-se "sobre os trilhos" do existencialismo edificante. Felizmente, existem pessoas que, a partir de "olhares aguçados", mais do que "verem", "enxergam" realidades que se desfraldam diante de seus olhos.

É o que acontece com a professora e historiadora Maria Fernanda Oliveira Marques, brejoense que apresentou, na tarde dessa sexta-feira, 29, no Tênis Clube, em Brejões-BA, o "Catálogo CASARÕES DO VALE: História, Patrimônio e Arte", retratando toda uma riqueza cultural que faz parte dos anais da história de Brejões, Amargosa, Jiquiriçá, Santa Inês e Ubaíra. Nesse evento, realizamos algumas entrevistas que deverão ser publicadas no decorrer da semana. Fotos Antonio Mascarenhas


Categorias

Acervos Culturais e Históricos Arte e Cultura Bahia Comportamento Curiosidades Educação Empreendedorismo Eventos Gente que Faz Mulher Opinião Política

Enquete


PodCast