Cidades


Notícias



Colunistas


Notícias

I Seminário de educação especial a perspectiva de uma educação I, em NAZARÉ DAS FARINHAS

O Grupo Nazaré Inclusão Queremos e Podemos, com o apoio da Prefeitura Municipal de Nazaré e Colégio Estadual Dr. José Marcelino de Souza, promoveu o primeiro Seminário de Educação Especial, realizado no dia 24 de maio, no Auditório da Escola Estadual Dr. José Marcelino de Souza.

O evento contou com a participação do prefeito Milton Júnior, primeira dama e secretária de Desenvolvimento Social, Eude Candeias Mascarenhas, a vice-prefeita e secretária de Cultura e Turismo, Jandira Barbosa, o secretário de Governo, Zélio Costa, o secretário de Saúde, Almir Reis, o secretário de Planejamento, Antônio Brito Filho, a secretária de Educação, Marília Almeida, coordenadores pedagógicos, professores e estudantes da rede municipal e rede estadual de ensino.

Durante todo o dia, foram realizadas apresentações de cegos, ouvintes e pessoas com outras deficiências, palestras, oficinas e atividades diversas, com apresentação de João Prazeres, cego, integrante do Grupo Nazaré Inclusão.
Dentre as exposições realizadas, alunos ouvintes e surdos, em língua de sinais cantaram a música Dias Melhores, do grupo Jota Quest, demonstrando que é possível a interação entre pessoas ouvintes e surdas, permitindo uma apresentação harmônica e sincronizada.

O evento contou com profissionais interpretes, que traduziram todo conteúdo falado, em língua de sinais, permitindo aos participantes surdos uma compreensão do que foi abordado durante o seminário.A palestrante Drª Nicoleta Mattos, coordenadora do Núcleo de Pesquisa de Educação Especial e Inclusão da UNEB, falou sobre a relação família/escola e comentou sobre as dificuldades encontradas pelas famílias para oferecer aos seus filhos uma educação regular de qualidade, sem preconceito, com os recursos necessários para atender às necessidades dos alunos com deficiência.

Drº Nicoleta comentou “É preciso esperar um evento sobre educação especial para ver apresentação de pessoas com deficiência, meu sonho é poder convidar essas pessoas para qualquer evento”, destacando a importância da inclusão das pessoas com deficiência nas atividades sociais e educacionais, pois, a diferença não significa uma limitação para participação de eventos, é preciso quebrar os preconceitos e as barreiras, para oferecer às pessoas com deficiência às mesmas oportunidades de todos, da educação infantil ao nível superior.

A segunda palestrante, Profª Sulemi Coaxi, especialista em distúrbio da linguagem e estudos continuados em autismo, fundadora e presidente da Pestalozzi de Sapeaçu, discorreu sobre Currículo Funcional na educação especial, destacando a importância da construção do currículo para que os profissionais da educação possa ofertar um ensino de qualidade, adequando as práticas educacionais a realidade de cada aluno com necessidades especiais. Ao final a professora comentou sobre a experiência vivida com a filha deficiente e as conquistas alcançadas.

O município de Nazaré conta com três escolas com salas de recursos multifuncionais, as Escolas Municipais Eduardo Carijé, Alexandre Bittencourt e Narciso Pitanga, no entanto, as demais escolas da rede municipal acolhem alunos com necessidades especiais em ensino regular, oferecendo oportunidades iguais para os alunos da rede.Roque medeiros e Nedson. ASCOM NAZARÉ. 


Categorias

Acervos Culturais e Históricos

Enquete


PodCast