Cidades


Notícias



Colunistas


Notícias

População promete ir às ruas pela permanência do policial civil Altemir em S.A.JESUS

A segurança insere-se, indubitavelmente, no rol dos principais anseios da população que, indefesa, acaba se tornando temerosa diante do que possa acontecer no dia a dia. Em face da carência de uma logística operacional mais efetiva, já que os órgãos responsáveis pelo combate ao crime não contam com contingentes suficientes e toda uma infra-estrutura capaz de prevenir a criminalidade de forma mais contundente, a violência cresce em todo o país.

No caso das briosas policias militar e civil, muitos profissionais arriscam-se  no dia a dia no exercício da profissão. Também pais de famílias, eles, além de lutarem de forma hercúlea no combate ao crime, têm, também, que cuidar de suas próprias vidas, no momento em que enfrentam marginais que, em vários casos, estão melhor armados que agentes dessas corporações. Em que pese elas contarem, com nomes que enobrecem essas entidades, alguns acabam se destacando e um deles, é, sem sombra de dúvidas, o policial civil Altemir, vinculado à IV COORPIN, em S.A.Jesus.

Ele que, graças a sua impetuosidade, vem contribuindo bastante, ao lado de outros também brilhantes profissionais, para que a criminalidade na região não alcance índices intoleráveis. 

E nesse final de semana, setores da imprensa noticiaram a transferência de Altemir Santos Dias para o município de Valença, fato que causou surpresa. E a população, preocupada diante desse desfalque nas hostes do policiamento local, imediatamente começou a movimentar-se nas redes sociais, já anunciando uma manifestação para as 18h dessa quarta-feira.a partir do Estádio Municipal José Trindade lobo, devendo percorrer as principais ruas. Confira no áudio em anexo, a preocupação desencadeada pelo repórter Ney Bacelli e a fala do próprio Altemir.  Foto divulgação.

Áudios

1 - altemir.mp3

Categorias

Bahia Curiosidades Podcast Polícia Política Recôncavo

Enquete


PodCast