Cidades


Notícias



Colunistas


Notícias

Comportamento

Notícias | postado por: Mascarenhas

Acusada de racismo contra uma mãe e sua filha bebê, a dentista Delzuite Ribeiro de Macedo foi presa na noite da segunda-feira (16) em um hotel de Teresina, no Piauí. Segundo a Polícia Civil do estado, ela estava escondida e se preparando para ir para São Paulo. Ela é de São Raimundo Nonato, no interior do estado. 

A dentista foi presa porque não se apresentou à polícia para ser ouvida sobre as acusações, segundo o delegado Emir Maia. Com isso, a delegada Cíntia Verena, de São Raimundo, pediu a prisão provisória. “A gente tinha a informação de que ela estava escondida em Teresina, logramos êxito nessa segunda-feira em descobrir que ela estava hospedada no hotel do Sinte, já com destino a São Paulo”, contou Maia

Notícias | postado por: Mascarenhas

A atriz Camila Pitanga escreveu sobre a violência contra a população negra em um artigo publicado na revista Cosmopolitan deste mês. No texto, ela afirmou gritar por união, em um país onde jovens negros parecem ter um alvo em suas testas. "A única mão que o Estado brasileiro estendeu à população negra, até o momento, é a que nos açoita. No meu país a cor da pele determina quem tem três vezes mais chance de ser assassinado", disse Camila.

A artista afirmou que não relativiza a vida dos brancos, mas os lembra que a vida do negro também importa. "Ser brasileiro é exaustivo para todos nós. Ser brasileiro e negro é quase insustentável", afirmou.Pitanga também mencionou a vereadora Marielle Franco (PSOL), morta a tiros no Rio de Janeiro, ao pontuar que ela jamais será silenciada. Marielle e o motorista, Anderson Gomes, foram assassinados no dia 14 de março, em um crime que a polícia acredita ter sido premeditado.Metro 1

Notícias | postado por: Mascarenhas

Uma lei que permite que jovens mudem de gênero a partir dos 16 anos foi aprovada, na última sexta-feira (13), pelo Parlamento de Portugal. Para entrar em vigor, o texto ainda precisa ser sancionado pelo presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa. Ao ser ratificada, a proposta foi comemorada por deputados e pessoas que assistiam à votação na Assembleia da República.

Segundo a nova lei, os jovens lusitanos podem mudar de gênero e nome no registro civil a partir dos 16 anos, sem a necessidade de apresentar relatório médico para efetuar as mudanças. Apesar disso, os adolescentes ainda precisam de aprovação dos pais para dar continuidade às alterações.

O texto ainda proíbe as cirurgias ou tratamentos farmacológicos para a alteração do corpo ou características de bebês e crianças intersexuais, ou seja, que não se encaixam nas características típicas de corpo feminino ou masculino, com exceção de “situações de comprovado risco para a saúde”.Metro 1

Notícias | postado por: Mascarenhas

Membros da Central Única dos Trabalhadores (CUT-BA) invadiram a sede da Rede Bahia, no bairro da Federação, na manhã desta terça-feira (17). Os manifestantes, que são contrários à prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), usam bandeiras e gritos de ordem, pedindo “Lula livre”. De acordo com a Central de Polícias ao Bahia Notícias, há cerca de 150 pessoas no protesto, na área externa da emissora. Desde a noite dessa segunda (16), as mensagens “TV Bahia Golpista” e “Lula Livre” foram pintadas na pista em frente à rede de comunicação. Policiais da 41ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) acompanham o ato. 

 

Notícias | postado por: Mascarenhas

Um mês após a morte da vereadora Marielle Franco (PSOL), a viúva dela, a arquiteta Mônica Benício, diz ainda não entender a situação e declarou em entrevista à Agência Brasil que tem se negado a sair de casa desde o assassinato. "Como eu ainda não fiz esse luto da esposa que perdi e sequer consegui entender isso, todos os dias eu ainda espero por ela chegar. Eu só me dou conta da diferença da morte da vereadora que a gente vem reivindicando e da Marielle, minha mulher, quando vejo o lado dela na cama, vazio e quando vou dormir. Esses são os momentos mais difíceis, mas sair da casa, deixar a casa, é a concretização de ter que entender que ela não vai mais voltar, né? E isso eu ainda tenho me negado a fazer", lamentou. Mônica disse ainda que tem recebido apoio de amigos e pessoas próximas de Marielle. Na avaliação dela, o crime contra a vereadora foi "bárbaro, político e muitíssimo bem executado", mas a viúva também acredita que a polícia vai descobrir quem foram os responsáveis pelo assassinato. Marielle e seu motorista, Anderson Gomes, foram mortos a tiros no último dia 14 de março enquanto estavam dentro de um carro, pouco depois de sair de um evento no centro do Rio de Janeiro.Bahia Noticias

Notícias | postado por: Mascarenhas

tudo da Fundação Getúlio Vargas/DAPP (Diretoria de Análise de Políticas Públicas) sobre a reação das redes sociais à prisão de Lula revela que 5,6 milhões de menções ao caso foram feitas ao longo desta semana somente no Twitter. Do total, a maior parte dos usuários critica a "desigualdade" nos processos judiciais sobre corrupção e se diz preocupada com a possibilidade de ascensão do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC) nas eleições presidenciais de 2018.

O grupo que aparece em laranja nos gráficos de volume de pessoas que comentam a prisão de Lula nas redes corresponde a 42,46% das manifestações no Twitter. Segundo a FGV/DAPP, são pessoas que se mostram "muito preocupadas a possível eleição de Bolsonaro como presidente frente à prisão de Lula, único candidato que impedia o deputado de se tornar o nome mais cotado para ganhar em outubro".

Notícias | postado por: Mascarenhas

No início do mês, Anitta ganhou um programa próprio no Multishow, o Anitta Entrou no Grupo. O programa tem sido muito elogiado pelos fãs, porém na edição da última terça-feira, 10, gerou uma avalanche de críticas após a cantora ter se referido de forma negativa às pessoas portadoras de hanseníase, doença crônica que causa manchas na pele.

"Primeiro eu queria dizer que minhas amigas são muito amigas mesmo, eu só convido pra esse programa gente que eu amo, não convido gente hanseníase", disse Anitta no programa antes de falar sobre a brincadeira que faria no palco com as convidadas Maiara e Maraísa.

Entretanto, a fala gerou revolta entre a comunidade médica e uma nota da Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (Morhan), em que a associação alega que a cantora reafirma um "preconceito infundado contra pessoas atingidas pela doença", ressaltando que o fato é o principal obstáculo para a superação da hanseníase no Brasil. De acordo com o Morhan, a cada ano 35 mil novos casos são diagnosticados no País.

Notícias | postado por: Mascarenhas

Na Câmara de vereadores de Jitaúna, município do centro-sul baiano, o vereador Josuel Santos Silva (PP) se irritou com a tradição dos colegas de Casa de, em cada abertura de sessão, rezarem o “Ave Maria”. Ao invés de pedir que as orações acabassem, o edil evangélico solicitou que fosse trocada a reza à mãe de Jesus pelo bom e velho “Pai Nosso”. Segundo o discurso do vereador, na sessão gravada, o “Ave Maria” não englobava outras religiões, como a praticada por ele. "Eu sou evangélico, outros aqui são católicos. Gostaria que o presidente da Câmara constasse em ata que a oração universal que Jesus Cristo deixou foi o Pai Nosso. Se não for, nessa casa, a oração universal, que proíba", disse o vereador em vídeo gravado na sessão do último dia 26. Em conversa com o Bahia Notícias, o especialista em direito público, João Liberato Filho, falou que a simples realização da oração a Maria, não fere a constituição e a condição do Estado Laico que vive o Brasil. “A priori não há nada que torne o ato da oração proibido”, contou.  

Notícias | postado por: Mascarenhas

O diretor de um presídio de Araçatuba, no interior de São Paulo, foi preso nesta quinta-feira, 12, acusado de trocar vagas na unidade, considerada modelo, por favores sexuais. O suspeito, José Antônio Rodrigues Filho, facilitava a inclusão de detentos no Centro de Ressocialização (CR), unidade prisional de regime mais brando e cobiçada pelos presos, em troca de sexo com uma advogada de Mirassol e com mulheres das famílias dos detentos. Além da advogada, que também foi presa, participava do esquema um agente penitenciário, acusado de receber propina dos detentos e de tráfico de drogas.

A Operação Fura Fila, do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público Estadual (MPE), foi conduzida em conjunto com a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), pasta do governo estadual responsável pelo sistema prisional. Além dos mandados de prisão, foram cumpridos sete mandados de busca expedidos pela Justiça.

De acordo com o promotor Marcelo Sorrentino, do Gaeco, o diretor da unidade é responsável pela triagem dos detentos que vão para o CR. "Ele fazia as entrevistas e decidia quem iria para a inclusão, obtendo vantagens amorosas indevidas", descreveu.

O agente penitenciário aposentado também vinha sendo investigado, desde maio de 2017, por receber propina para facilitar o acesso ao CR. Durante a prisão, ele e seu filho foram flagrados com uma arma de fogo e dez quilos de maconha.

Segundo o promotor, as famílias pagavam de R$ 4 mil a R$ 10 mil por uma vaga no CR, conforme suas condições financeiras. A advogada suspeita foi presa em seu escritório, na cidade de Mirassol. A ação mobilizou seis promotores de Justiça, agentes da SAP e 25 policiais militares.

Em nota, a SAP informou que os servidores envolvidos responderão a processo administrativo, ficando sujeitos a demissão, sem prejuízo do inquérito policial. "A secretaria ressalta ainda que repudia tal comportamento que não representa o corpo funcional e as diretrizes da Pasta", informa.

O advogado do diretor, Thiago de Barros Rocha, informou que se manifestará após tomar conhecimento de toda a denúncia. A advogada, o agente e o filho presos não tiveram os nomes divulgados.

Notícias | postado por: Mascarenhas

Uma mulher está dormindo ao lado de uma sepultura do cemitério de Santa Isabel, em Belém, há mais de um mês. Isso porque ela se diz apaixonada por um homem que já está morto há cerca de 30 anos. De acordo com o Diário Online, a mulher já foi casada e chegou a ter um filho dos relacionamentos anteriores, mas a paixão com o cadáver começou depois da vida dele: ela teria se apaixonado enquanto andava pelo cemitério. Ela afirma ter sentido a presença do espírito dele e "descoberto que eles eram almas gêmeas". No início do ano, ela passou a dormir todas as noites ao lado do túmulo do homem e vendeu seu próprio carro para restaurar a sepultura do amado.Fonte Bahia NoticiasTribuna da Bahia

 

Notícias | postado por: Mascarenhas

Segundo Léo Dias, Compadre Washington pode parar atrás das grades por uma dívida de pensão alimentícia que possui com um de seus 10 filhos. O colunista afirma que o vocalista do É O Tchan está há 4 meses sem pagar pensão para o filho de 16 anos que teve com Caroline Oliveira Barreto. O valor total da dívida é de R$ 3.500. Compadre Washington e Caroline se conheceram em Salvador, e os dois ficaram juntos por 5 anos. Com o fim do relacionamento ela se mudou para São Paulo com o filho, onde reside até hoje. O processo movido pela ex envolve reajuste do valor da pensão, abandono efetivo e prisão cívil. Bafo por cima de bafo!. Fonte, Bahia Notícias. 

Notícias | postado por: Mascarenhas

O prédio que a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, mantém um apartamento em Belo Horizonte foi manchado de vermelho por militantes do PT. Três ônibus pararam em frente ao edifício por volta das 4h30 da tarde para jogar tinta na fachada da residência. A ação durou dez minutos e assustou quem os moradores do edifício e os vizinhos. As informações são da Veja.

Na última quarta-feira (4), o voto da ministra foi decisivo para negar o habeas corpus preventivo do ex-presidente Lula. A decisão do STF culminou na determinação de prisão do petista pelo juiz Sergio Moro. Segundo a publicação, Carmem Lúcia não estava no apartamento na hora do ato de vandalismos e a polícia foi enviada ao local.Metro 1

Notícias | postado por: Mascarenhas

Um homem identificado como Clodoaldo Ribeiro de Abreu, foi preso na tarde desta segunda-feira, 2,  no município de Iguaí, a 497 km de Salvador. Conhecido como “Chapista”, ele foi autuado em flagrante por receptação e adulteração de placas de veículos.

Chapista foi localizado em seu ferro velho, onde, de acordo com a Polícia Civil, adulterava os carros roubados. A polícia apreendeu quatro veículos, diversas placas, marcadores de chassis e peças. Ainda conforme informações da Polícia Civil, O filho dele também é suspeito de atuar nas adulterações.

Notícias | postado por: Mascarenhas

A complexidade no debate sobre as fake news, que engloba desde punições judiciais contra calúnia e difamação a uma onda violenta de desinformação à sociedade, implica ainda no sucateamento do jornalismo, um ofício historicamente responsável por apurar e expor os fatos, sem julgamentos.

Nos extremos, o embate do protagonismo do jornalismo profissional contra o imediatismo tendencioso das fakes news, que recentemente tem sido pauta recorrente e assunto relevante em todo o mundo, já prova que as mídias tradicionais, como o jornal impresso, é ainda veículo com altíssima credibilidade.

Para piorar a situação, fake news muitas vezes são produzidas por jornalistas sem ética e com profissionalismo questionável, alguns com vida acadêmica ativa, propagando o mau exemplo entre os novos profissionais e colocando em xeque a competência na escolha de profissionais que dão aulas em instituições que deveriam ser centros de referência em ética. A missão do jornalismo na busca pela verdade tem vida longa.

Notícias | postado por: Mascarenhas

Quem nunca caiu ou já foi protagonista de uma mentira clássica do dia 1ª de abril? Essa tradição, que começou na França imperial do século XVI, levanta, hoje, o debate sobre o significado social de o indivíduo compartilhar uma informação falsa: afinal, mentir é ruim ou é algo intrínseco ao comportamento humano? Para o psicólogo Ury Pellegrini, existem aqueles que mentem para “ocultar” uma insegurança pessoal e outros que manipulam os fatos com o objetivo de serem aceitos na sociedade.

Mentir, segundo o psicólogo, pode ser uma prática compulsiva, já que há pessoas diagnosticadas com o transtorno da mitomania, e até algo “irresponsável”, quando se trata de uma mentira para destruir a reputação de alguém.Quanto a esse comportamento, Uri exemplifica as mentiras disseminadas nas redes sociais. “Ao compartilhar notícias falsas, o indivíduo está sendo inconsequente com as pessoas, e até mau caráter, porque ele sabe que está divulgando um conteúdo manipulado”.

Notícias | postado por: Mascarenhas

Tomar um ibuprofeno por dia pode prevenir o Alzheimer. Pelo menos é o que diz um estudo publicado recentemente no periódico científico Journal of Alzheimer’s Disease. O medicamento seria capaz de reduzir a inflamação cerebral causada pelo acúmulo de proteínas que sinalizam o aparecimento precoce da doença. A medicina ainda desconhece exatamente o que causa o Alzheimer, mas já se sabe que o acúmulo de placas das proteínas tau e beta-amiloide no cérebro desempenham um papel importante na formação da síndrome. O ibuprofeno, um anti-inflamatório comumente utilizado e popularmente conhecido, seria capaz de prevenir o desenvolvimento do Alzheimer em pessoas com altos níveis de beta-amiloide peptídica 42 (Abeta 42).

Notícias | postado por: Mascarenhas

Morreu ontem o policial militar que levou um tiro na cabeça durante um assalto em Candeias, na Região Metropolitana de Salvador. Cristiano Ramos Pinto tinha 36 anos e estava internado no Hospital da Bahia, em Salvador. Há mais de seis anos na PM, ele deixa esposa e uma filha de três anos.

O soldado foi baleado na praça de pedágio da BA-524, conhecida como Canal de Tráfego, quando bandidos abordavam veículos. Houve troca de tiros. Outros dois policiais estavam com ele no momento da ação, mas não se feriram. O corpo vai ser sepultado em Feira de Santana.

Notícias | postado por: Mascarenhas

A cantora Gretchen, rainha dos memes na internet, usou o Instagram para protestar contra a capa da nova edição da Veja Rio . O título O Bumbum Caiu, mas o Cachê Subiu desagradou a musa rebolativa do Conga, Conga, Conga . A artista também contestou informações da matéria.

Em longo texto de desabafo na rede social, Gretchen criticou a repórter Daniela Pessoa: “Em pleno Sábado de Aleluia, você é o verdadeiro Judas. Você é a maior representante de Judas que eu tive o desprazer de receber dentro da minha casa”, escreveu, em referência ao discípulo que, segundo a Bíblia, traiu Jesus Cristo.

“Eu até então julgava a revista ‘Veja’ como um veículo de nível e de respeito. O Multishow pagou todas as suas despesas para ir a Mônaco. Passagem, estadia, alimentação e transporte. Tudo a sua disposição. Mais ainda... Entrou na minha casa, conviveu no seio da minha família. Que desprezível em pleno 2018, num momento de empoderamento feminino, uma mulher fazer isso com outra em troca de dinheiro ou meros 5 minutos de fama. Você foi machista!!!”, postou Gretchen.

A cantora e sua família, incluindo o famoso filho transexual, Thammy, vão estrelar o reality show Os Gretchens , com estreia agendada para 23 de abril, no Multishow. Pelo relato, a capa de Veja Rio teria sido viabilizada financeiramente pelo canal a fim de promover o programa. Consternada, a diva do Melô do Piri Piri acusou a jornalista de invejá-la.

Notícias | postado por: Mascarenhas

Apesar dos sinais de recuperação da economia, o número de brasileiros endividados chegou a 61,7 milhões em fevereiro passado — o equivalente a 40% da população adulta. O número é alto porque o hábito de manter as contas em dia não é apenas uma questão financeira decorrente do estado geral da economia — pode ser uma questão comportamental. Por isso, há grupos especializados que promovem reuniões semanais com devedores com a finalidade de trocar experiências sobre consumo impulsivo e propensão a viver no vermelho. Uma dessas organizações é o Devedores Anônimos (DA), que funciona nos mesmos moldes do Alcoólicos Anônimos (AA).

Para sair do vermelho, aceitar o vício é o primeiro passo. Uma vez que o devedor reconhece o problema, a próxima etapa é se planejar. Foi o que conseguiu fazer o operador de cobrança Giovanni Cardoso dos Santos, de 24 anos. Como ele não pagava a fatura toda do cartão e continuava a consumir acima do seu padrão, o débito se multiplicou e atingiu 2 100 reais. “Foi um descontrole. Tinha quatro cartões.” No último Feirão Limpa Nome da Serasa, ele renegociou a dívida, que caiu para 597 reais. Veja

Notícias | postado por: Mascarenhas

O governo dos Estados Unidos avalia a possibilidade de pedir o histórico das redes sociais de quem solicitar o visto para entrar no país. A proposta foi feita pelo Departamento de Estado, e ainda precisa ser aprovada pelo Escritório de Administração e Orçamento. Caso ela seja acatada, os solicitantes deverão preencher em um formulário uma lista com todas as redes sociais que usaram nos cinco anos anteriores. Regras de maio do último ano indicavam a verificação das redes sociais apenas para uma checagem mais detalhada, para averiguar possíveis ligações com terrorismo. Se a proposta for aprovada, os solicitantes também vão precisar informar números de telefone e e-mails usados nos últimos cinco anos, além do histórico de viagens internacionais. Pré-Título, Tvsaj. Matéria, Bahia Notícias. 

Notícias | postado por: Mascarenhas

Um comercial da Heineken foi retirado do ar após acusação de racismo. A manifestação foi feita pelo cantor Chance the Rapper, que criticou no Twitter o vídeo da marca: “É terrivelmente racista”.  O artista, que se apresentou no Lollapalooza 2018, reclamou da campanha “Sometimes, lighter is better” da cervejaria holandesa, que promovia a nova Heineken Light, com apenas 99 calorias, de acordo com a Folha.

No vídeo, uma garrafa lançada por um bartender desliza, passa por algumas pessoas negras, até que chega a uma mulher branca. Na sequência surgia a frase “Sometimes, lighter is better”. “Lighter” significa “mais leve”, mas também pode ser entendida como “mais claro”.Metro 1

 

Notícias | postado por: Mascarenhas

Por ANTONIO MASCARENHAS

Na tarde dessa segunda-feira, por volta das 18:15h, na Rua do Calabá, em Santo Antonio de Jesus, marginais, armados, invadiram um salão de beleza e abordaram as pessoas que lá se faziam presentes, subtraindo 2 celulares, dentre eles, o meu (Moto G III). Nesse momento, a minha genitora estava se submetendo ao corte de seu cabelo. Felizmente, ela não se assustou com a situação porque a cena foi muito rápida e ela não percebeu. Uma pessoa idosa (93 anos), mãe de 13 filhos e vários netos. 

Os marginais saíram em velocidade, pilotando suas bicicletas, em direção às imediações do Bairro do São Benedito. Os dois eram negros e portavam bonés. O que subtraiu meu celular tinha uma espécie de tatuagem ou queimadura no antebraço esquerdo, segundo observou o outro rapaz assaltado. O outro facínora, tinha uma cicatriz vertical, escura, no rosto. 

A população brasileira já está acostumada, infelizmente, a conviver, diariamente, com notícias sobre criminalidade. Furtos, roubos, assaltos já fazem parte da rotina nos centros urbanos, principalmente. E, em Santo Antonio de Jesus, infelizmente, a situação não é diferente. Não devemos, evidentemente, ficar a culpar a polícia porque a corporação não dispõe de aparelhamento logístico para cobrir todas as áreas. As pessoas podem ser assaltadas ao saírem ou chegarem em casa, ou em outros locais, principlamente nesses horários de "rush". 

Mas, afinal, o que fazer diante de situações dessa magnitude? Como nos precaver para que não sejamos vítimas novamente? Evitar locais e horários perigosos? Uma situação, convenhamos, deveras difícil, mesmo porque, infelizmente, a bandidagem está infiltrada no seio da sociedade. O que se fazer, de fato, para contribuir em prol da inclusão social, numa sociedade excludente? A educação seria a solução, ou temos que ver tudo isso como utopia? Situações que sugerem reflexões, mas, enquanto isso, temos que pedir a Deus, constantemente, por proteção. Bens materiais vão e vêm. Lamento, pelos vídeos e fotos de minha mãe. O mais importante é a vida. Que Deus proteja a todos nós. Essa matéria tem por escopo fazer com que tenhamos, a cada momento, mais cuidados. Sinto-me "nu" (uma metáfora, evidentemente), indefeso, envolto pela indumentária da ilusão. Por outro lado, protegido pelo Senhor.  Imagem ilustrativa. 

 

 

Notícias | postado por: Mascarenhas

Por ANTONIO MASCARENHAS

No momento em que o homem que monopolizou informações em todo o planeta chega para os grandes jornais (escritos) para pedir desculpas cometidas pela equipe do Facebook, demonstração cabal pela imprensa tradicional. Avanços nas comunicações são de extrema importância e tem, convenhamos, contribuído de forma relevante para o desenvolvimento social. Por outro lado, não devemos achar que outros meios de comunicações estão fadados ao ostracismo.. Veja o texto abaixo, sobre a postura de Mark Zuckerberg, o todo poderoso do Facebook

Notícias | postado por: Mascarenhas

Uma pergunta feita pela cantora Claudia Leitte no programa Encontro com Fátima Bernardes na manhã desta segunda-feira, 26, deixou os telespectadores inquietos. Um dos temas discutidos foi a desigualdade de gênero no mercado de trabalho.

Alexandre Coimbra, psicólogo, foi convidado à atração para apresentar uma pesquisa acadêmica que comparou a quantidade de pessoas de ambos os sexos empregadas em diversas profissões.

"Eu tenho um questionamento a fazer. Geneticamente, a gente como mulher não é mais relacionada ao trabalho braçal, força bruta, ao aspecto físico mesmo?", perguntou a cantora ao especialista. Ela ainda disse que sua dúvida poderia soar confusa porque ela ainda estava formulando-a em sua cabeça. E continuou: "Eu acho que, historicamente, a gente veio da costela de Adão. Mas a costela protege os órgãos e dá sustentação. Então é uma função que não desmerece a gente, muito pelo contrário. Ela coloca a gente na condição de quem suporta e apoia". "A gente não é mais sensível, os hormônios não fazem a gente ficar mais sensível? Homem não tem tensão pré-menstrual [TPM]", concluiu a pergunta.

Notícias | postado por: Mascarenhas

ma mulher de 35 anos foi presa neste sábado (24) em Sinop, a 503 km de Cuiabá, suspeita de mandar matar o marido e, depois de um ano, o amante dela. Cléia Rosa dos Santos confessou a participação nos crimes. Além dela, outros dois homens foram presos suspeitos de envolvimento na morte do amante.
De acordo com a Polícia Civil, o marido dela, Jandirlei Alves Bueno, foi morto em outubro de 2016. Cléia teria pedido ao amante, Adriano Gino, que o matasse.
Jandirlei foi golpeado com facadas e encaminhado para o hospital. Ele morreu dois meses depois.
 

Cléia e o marido, Jandirlei Alves Bueno, de 39 anos (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Os dois teriam forjado um latrocínio para atrapalhar as investigações da polícia. As suspeitas foram confirmadas depois das investigações.
Pouco mais de um ano depois, em dezembro do ano passado, Cléia encomendou a morte do amante. Segundo a polícia, ela contou com a ajuda de dois guardas-noturnos para cometer o crime.
Neste crime, Cléia teria dopado o amante até que os executores chegassem no local. Adriano foi morto com golpes de enxada. A suspeita é que o amante passou a ameçá-la.
Os dois foram presos e confessaram a participação. Eles não tiveram os nomes divulgados.
O corpo do amante foi encontrado neste sábado enterrado numa região afastada da cidade. Cléia e os outros dois presos ainda estão sendo ouvidos pelo delegado.Globo

Notícias | postado por: Mascarenhas

Luciana Lima diz que foi sedada e acordou horas depois, percebendo que havia passado pela cirurgia, em Tapurah. Secretaria de Saúde diz que contrato com médico foi rompido e que sindicância foi aberta. 
Por Lislaine dos Anjos, G1 MT
Luciana dos Santos Barbosa Lima denunciou médico por fazer cirurgia sem o consentimento dela (Foto: Arquivo pessoal) 
A trabalhadora autônoma Luciana dos Santos Barbosa Lima, de 36 anos, denunciou o médico Júlio César da Silva por realizar uma cirurgia nela sem autorização, no último dia 13, no Hospital Municipal de Tapurah, a 414 km de Cuiabá.
Ao G1, ela contou que, ao ser questionado sobre a necessidade de ter feito o procedimento, o médico alegou que estava com dúvidas sobre o que ela tinha e, por isso, resolveu abri-la.
A reportagem não conseguiu localizar o médico, que também ocupava o cargo de diretor-clínico do hospital.
O secretário de Saúde de Tapurah, Marcos Felipe, afirmou que, assim que recebeu a denúncia, as cirurgias que seriam realizadas por Júlio César foram suspensas por 30 dias e, na sequência, o contrato dele com o município foi rompido. “Ele realizou as últimas consultas dele ontem (quarta-feira) à tarde e já deixou o cargo”, afirmou.





Notícias | postado por: Mascarenhas

Em discussão acalorada, no STF, ministros Barroso e Gilmar discutiram. Retrucando, Barroso humilhou Gilmar. Tv Mgalhas (Youtube).

- Me deixa de fora desse seu mal sentimento. Você é uma pessoa horrível: mistura do mal com atraso e pitadas de psicopatia. Isso não tem nada a ver com o que está sendo julgado. É um absurdo V. Exa. aqui fazendo comício cheio de ofensas, grosserias. V. Exa. não consegue apresentar um argumento. Já ofendeu a presidente, já ofendeu o ministro Fucs e agora chegou a mim...a vida de V. Exa é ofender as pessoas...não tem nenhuma ideia...não tem nenhuma ideia...nenhuma...nenhuma...só ofende as pessoas...só ofende as pessoas...Qual é a sua proposta? Nenhuma...nenhuma...é ódio, mal sentimento...mal secreto...é uma coisa horrível. V. Exa não tem vergonha...V. Exa é uma desonra para o Tribunal...uma desnora para todos nós...Um temperamento agressivo, grosseiro, rude...é péssimo, isso!...V. Exa, sozinho, desmoraliza o tribunal. É muito ruim...termos que conviver com V.Exa aqui...Tv Mgalhas (Youtube). 

 

 

Notícias | postado por: Mascarenhas

Acordar às 2h da madrugada, fazer exercícios físicos, ler e se preparar para ir ao ar. Esse é o começo da rotina de Jéssica Senra, apresentadora líder de audiência entre os jornais locais no horário da manhã. Ela, que se diz apaixonada pela profissão, assegura que escolheu a área “para fazer diferença na vida das pessoas”. Seja no comando do Bahia no Ar, na Record, ou nos bastidores, Jéssica defende que se posicionar é necessário para causar reflexões: “Eu sempre fui de dizer o que eu penso, desde criança. [...] É assim que a gente provoca o outro”. Entre as opiniões da jornalista, que faz questão de ser lembrada pelo talento ao invés de pela beleza, o feminismo tem lugar garantido. “O que a gente precisa é que as pessoas entendam o que é o feminismo. Ele não é o oposto do machismo.

 O que o feminismo propõe é que homens e mulheres estejam no mesmo patamar de importância”, pontuou. Na sua área de atuação, a mídia, Jéssica afirma que os desafios de ser mulher ainda estão cercados pelo estereótipo do “rostinho bonito”. “Às  vezes você não tem tanto respeito porque acham que você está ali apenas para ilustrar. [...] Nós precisamos mostrar conteúdo, e normalmente mais conteúdo do que os nossos colegas do sexo masculino”. Confira abaixo a entrevista que, entre risos e momentos sérios, passeou por temas que envolveram sua carreira, vida pessoal e a representatividade do Dia Internacional da Mulher:Por que você optou por cursar Jornalismo?

Notícias | postado por: Mascarenhas

Luan Santana ousou na mudança de visual e vários comentários surgiram - inclusive alguns memes. Neste domingo, 18, o cantor postou selfie para rebater críticas sobre seu cabelo. "Fui humilhado e feito de gato e sapato, tudo isso por causa de um penteado que não me favoreceu", disse. 

Ele ainda compartilhou no Stories uma montagem que fizeram com o Cebolinha, personagem da Turma da Mônica.Aqui o textão que Luan mandou aos fãs, no Instagram: "Ontem passei por momentos difíceis. Me senti como um estranho neste planeta cruel. Fui humilhado e feito de gato e sapato, e tudo isso por causa de um penteado que não me favoreceu. Logo eu, que sempre acertei em cheio em todos os penteados que tive..fui comparado a personagens da nossa cultura popular brasileira e chamado de cebola ambulante (veja o stories e entenda o porquê). Sofri. Tanto que hoje, ao acordar, resolvi pôr a cara no sol e mostrar que tudo na vida depende de um ponto de vista e de uma boa dose de condicionador. Quero que você pare o que está fazendo agora e reflita um pouco o mal que me causou. Bullying é um assunto sério que precisa ser discutido. Desculpe o desabafo. #OsHumilhadosSeraoExaltados". Globo/Glamour

Notícias | postado por: Mascarenhas

O CETO do 14º Batalhão prendeu Dailon Ribeiro Alves, 32 anos, apreendeu um adolescente de 17 anos e um revólver calibre 38, com três cartuchos, um deflagrado. O flagrante aconteceu nesta sexta-feira (16), ás 21h 40, na Rua do Casco, bairro São Benedito, SAJ.

Após sofrer tentativa de assalto, o condutor de uma motocicleta acionou a PM, relatou características e que os assaltantes tinham efetuado um disparo na hora da tentativa. Com base nas informações de local e características dos suspeitos, a guarnição diligenciou e encontrou o adolescente com a arma, este apontou seu comparsa Dailon.

A dupla e arma de fogo foram apresentadas na Delegacia de Polícia Civil para lavratura da ocorrência.

Notícias | postado por: Mascarenhas

A desembargadora Marilia Castro Neves, do Rio de Janeiro, publicou nesta sexta-feira (16) no Facebook que a vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ), morta esta semana no centro da cidade, "estava engajada com bandidos". A informação é da colunista Monica Bergamo, de Folha de S. Paulo.

No post, a desembargadora afirma que o comportamento de Marielle, "ditado por seu engajamento político", foi determinante para seu assassinato. Diz também que a esquerda tenta "agregar valor a um cadáver tão comum quanto qualquer outro". Apesar das afirmações fortes, ela diz que nunca conheceu ou ouviu falar da vereadora antes do crime e que sua fonte de informação seria um texto enviado por uma amiga. 

A mensagem foi deixada como comentário em um texto postado por um advogado, que afirmava que a comoção causada pela morte se trata pela vítima ser "uma lutadora dos direitos humanos e líder de uma população sofrida". "A questão é que a tal Marielle não era apenas uma 'lutadora', ela estava engajada com bandidos! Foi eleita pelo Comando Vermelho e descumpriu 'compromissos' assumidos com seus apoiadores. Ela, mais do que qualquer outra pessoa 'longe da favela' sabe como são cobradas as dívidas pelos grupos entre os quais ela transacionava", escreveu a desembargadora.

Notícias | postado por: Mascarenhas

“Eu não sou racista. Minha mulher é negra”. A afirmação é do vendedor José Raimundo Pitta Júnior, 23 anos, que admitiu ter ameaçado de morte e ter cometido crime de injúria racial contra a jornalista Maíra Azevedo, mais conhecida como Tia Má. Após ser identificado pela polícia, ele foi até a 1ª Delegacia (Barris), em Salvador, acompanhado do advogado e da mãe, na tarde desta quarta-feira (14). 

O jovem assumiu que atacou a jornalista e chegou a dizer que cometeu os crimes por causa da morte da ex-mulher, ocorrida há sete meses. De acordo com José Raimundo, ela morreu de hemorragia durante o parto e, por causa disso, ele estaria passando por problemas psicológicos.

“Eu não tinha a intenção de chamar Tia Má de macaca e eu descontei a raiva nela [Maíra]. Não sou racista. Foi uma raiva que eu estava passando por causa da morte da minha ex-mulher”, alegou. 
Em sua defesa, José afirmou ainda que as ameaças foram “da boca pra fora” e que jamais teria coragem de fazer alguma contra Maíra. Ele falou que já a seguia nas redes sociais e, além disso, a acompanhava na televisão. “Eu estou arrependido e queria muito pedir desculpas a ela, pessoalmente. Somos todos iguais. Eu sou negro e minha mulher também”, afirmou.

Notícias | postado por: Mascarenhas

Um caso inusitado aconteceu nesta terça-feira, 13, na Ladeira do Tabuão, no centro de Salvador. Um homem encontrou na rua um veículo com a mesma placa do seu carro e denunciou a clonagem à Guarda Municipal. Dois suspeitos foram presos.Os agentes se aproximaram para realizar a verificação da denuncia quando Roberto Carlos Silva de Santana e Joceval Nunes dos Santos, tentaram fugir no veículo com a placa clonada.

Segundo a Guarda Civil Municipal, durante a fuga, os suspeitos seguiram em direção ao bairro da Calçada, onde invadiram a contramão, perderam o controle do veículo e se chocaram com a calçada.Ambos foram detidos pela Guarda Civil e apresentados na Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (DRFRV), onde foram autuados em flagrante. A Tarde

Notícias | postado por: Mascarenhas

Marilene Santana das Neves, a mulher que foi autuada em flagrante após matar o filho recém-nascido no banheiro de uma clínica em Camaçari, no início do mês, responderá ao processo em liberdade. A audiência de custódia ocorreu na última quinta-feira (8). No caso, Marilene, de 22 anos, estava escondendo a gravidez da família e, ao dar a luz ao filho no banheiro de uma clínica, tentou afogar o bebê na água do vaso sanitário. Ao não conseguir afogar a criança, a mãe esganou o recém-nascido e depois bateu na criança. O corpo do pequeno foi encontrado com diversos hematomas visíveis na região do tórax e no abdômen. Para ocultar o cadáver, Marilene escondeu o bebê em um saco preto, jogou no lixo e fugiu.

Notícias | postado por: Mascarenhas

Doutor Müller-Wohlfahrt, que se demitiu após 38 anos no clube, disse que treinador tem "baixa autoestima" e "constante medo de perder autoridade".  O médico alemão Hans-Wilhelm Müller-Wohlfahrt pediu demissão do Bayern de Munique em 2015, após 38 anos a serviço do clube, por desavenças com o técnico Pep Guardiola. Três anos depois, o doutor decidiu contar esta história em um dos capítulos de sua autobiografia que será lançada em breve. O diário Bildteve acesso a alguns trechos que relatam a total quebra de confiança na relação entre Müller-Wohlfahrt e Guardiola, hoje técnico do Manchester City.  “Creio que Guardiola seja uma pessoa com baixa autoestima e que faz de tudo que esteja a seu alcance para esconder isso das pessoas. Ele parece viver em constante medo de perder poder e autoridade”, atacou Müller-Wohlfahrt.

O médico se cansou de ser apontado como culpado pelo treinador pelo excesso de lesões na equipe. “Ele me via como um subordinado a quem poderia recorrer a qualquer hora do dia. Por um lado, ele não se interessava pela parte médica, mas por outro, esperava de nós autênticos milagres.”

Notícias | postado por: Mascarenhas

O patrimônio do senador Aécio Neves triplicou após a eleição de 2014, segundos documentos da Receita Federal. O salto foi de R$ 2,5 milhões em 2015 para R$ 8 milhões em 2016. De acordo com a Folha, o crescimento é resultado de uma operação financeira entre Aécio e sua irmã Andrea Neves envolvendo cotas que o senador detinha em uma rádio, a Arco Íris, da qual foi sócio durante seis anos.

A quebra do sigilo fiscal do tucano foi ordenada pelo STF (Supremo Tribunal Federal) em uma ação cautelar que corre paralelamente ao inquérito que investiga o parlamentar por ter pedido R$ 2 milhões ao dono da empresa de carnes JBS, Joesley Batista.Metro 1

Notícias | postado por: Mascarenhas

O apresentador Fausto Silva comentou a situação política e social do Brasil neste domingo (11) em seu programa e aproveitou para desabafar sobre a música de fim de ano da Globo.  A cena foi durante a participação do DJ Marlboro no "Ding Dong". Depois de ouvir o "Rap da Felicidade", a convidada Fernanda Torres começou a falar, comentando a segurança no Rio de Janeiro. "Sou carioca e fiquei emocionadíssima de tocar essa música hoje aqui. Estamos vivendo no Rio uma situação inacreditável de intervenção no Rio, a faixa de gaza no Brasil, e se a gente não resolver...", disse a atriz, também convidada do quadro.

Faustão interrompeu a atriz. "Isso já está acontecendo em outros lugares do Brasil, não é exclusividade do Rio de Janeiro.  Realmente a situação é pior lá, mas como o poder público é incompetente e corrupto, ele não passa ao público, não sabe comunicar, nem mesmo essa Reforma da Previdência, que é necessária, eles são tão imbecis que não sabem comunicar", desabafou o apresentador.

Notícias | postado por: Mascarenhas

O Ministério Público Federal (MPF) e o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) identificaram um esquema de cartel no processo de fabricação de placas no Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-Ba). De acordo com o MPF, em documento divulgado na sexta-feira (9), o esquema aconteceu entre 2003 e 2010.

Em parecer encaminhado ao Cade, o procurador regional da República Márcio Barra Lima, explicou que as investigações apontaram que, ao chegar no Detran, o consumidor era encaminhado para um contêiner da associação, instalado e autorizado pelo órgão. Depois, o motorista era orientado a ir a uma das empresas associadas, obedecendo uma lógica de rodízio instituída pelas próprias empresas.

Ainda segundo o procurador, testemunhas afirmaram que não era possível comprar placas de identificação em outros fornecedores sem intermédio. O parecer aponta ainda que o preço das placas era tabelado pelas empresas, com o aval do Detran, e o lucro era dividido pela Associação dos Fabricantes e Revendedores de Placas, Letreiros e Afins do Estado da Bahia (APL) entre os associados em partes iguais.

Notícias | postado por: Mascarenhas

Um estudo realizado pelo Instituto de Tecnologia de Massachesetts (MIT, na sigla em inglês) aponta que notícias consideradas falsas se espalham com mais facilidade na internet do que textos verdadeiros. Segundo a Agência Brasil, os pesquisadores Soroush Vosoughi, Deb Roy e Sinan Aral analisaram 126 mil mensagens (não apenas notícias jornalísticas) divulgadas na rede social Twitter entre 2006 e 2017. No total, 3 milhões de pessoas publicaram ou compartilharam essas histórias 4,5 milhões de vezes. O caráter verdadeiro ou falso dos conteúdos foi definido a partir de análises realizadas por seis instituições profissionais de checagem de fatos. Os autores estimaram que uma mensagem falsa tem 70% mais chances de ser retransmitida (retuitada, no jargão da rede social) do que uma verdadeira. As principais mensagens falsas analisadas chegaram a ser disseminadas com profundidade oito vezes maior do que as verdadeiras. O conceito de profundidade foi usado pelos autores para medir a difusão por meio dos retuítes (quando um usuário compartilha aquela publicação em sua rede).

Notícias | postado por: Mascarenhas

“A violência doméstica é democrática. A violência pode acontecer no lar de qualquer um. A violência não escolhe classe social, não escolhe cor”, afirmou a juíza Ana Cláudia Souza, da 2ª Vara da Justiça pela Paz em Casa, durante um encontro realizado com 25 vítimas de violência doméstica. O evento aconteceu nesta sexta-feira (9), no auditório da Faculdade Ruy Barbosa, na Avenida Paralela. “Temos acusados que são pedreiros, pescadores, e temos acusados que são advogados, policiais”, completou. Prova disso foi o que aconteceu com uma advogada, que prefere não se identificar. Em dezembro de 2017, ela foi agredida pelo ex-namorado – um policial militar. “No meu caso, ele agiu de forma premeditada. Ele entrou no meu apartamento, ele esperou um tempo porque há muitas câmeras no prédio, para entrar no meu apartamento. Ainda no elevador, ele me fez carinho. Mas quando entrei no apartamento, recebi o primeiro tapa, fui jogada no chão, fui pisada, recebi murros.

Ele só parou quando ele pegou a arma e eu fiz xixi de medo. Ele só parou nessa hora. Eu consegui ligar para a portaria para pedir a segurança e acionar a viatura. Foi feita uma ronda pelo bairro. Só que ele é PM. Ele disse que ia me bater de mão aberta, ia bater em alguns lugares porque sabia que não ia ficar marca. Eu não queria acreditar naquilo”, declarou a jovem. Ela diz que recebeu diversos sinais de que o companheiro era um agressor. “A gente que sofre violência sempre recebe um sinal. O primeiro sinal é um aperto no braço, um puxão mais forte no cabelo, você percebe a voz da pessoa fica mais alterada em uma briga. Você percebe o olhar da pessoa mais enfurecido. É como se fosse etapas. Sai de uma agressão leve, como foi o meu caso, para uma agressão mais grave”, conta.


Enquete


PodCast