O Nordeste, já muito pobre, grita para não ficar ainda mais pobre