Zé Neto diz entender atos de sindicatos contra medidas econômicas, mas pede pé no chão