Vagner Mancini dá a receita do Vitória de 2018: ‘Velocidade e marcação’