Cachoeira vive onda de violência: ‘todo mundo quer ir cedo pra casa’